Categoria: Fátima Cléu

Ruth

Autoria: Fátima Cléo. Publicado na Folha Nova, nº 932, em 14 de Janeiro de 1934. “À memória de minha sobrinha.” Eras o meu encanto, o sol da minha vida. Um dia te perdi, partiste para o Além; Minha alma foi contigo, e o coração alguém O viu morrer, beijando a lápide descida. Sorrindo, voaste ao …

Pranto e Riso do Coração

Para o José Fernando Atalécio Autoria de Fátima Cléo. Publicado na Folha Nova, nº 933, de 21 de Janeiro de 1934. Nesses loiros anéis dos teus cabelos, Tão loiros, tão macios, tão perfumados, Passam uns longes, passam… Sem detê-los, Choro uns carinhos, cedo, a mim roubados… Era irmãzinha tua, assim o creio, A Ruth que …

À sombra amiga do meu lar

Hino às árvores

Autoria: Fátima Cléo Publicado na Folha Nova, nº 1.100, em 26 de Setembro de 1937 Árvores, vós sois como as monjas piedosas, braços erguidos para a vastidão dos céus, em prece permanente pelas almas que são tíbias e pelos corações incréus. Sois as sentinelas esmeraldinas dos montes e das colinas do meu Brasil, assim vestidas …

Realidade

Silêncio, coração… Não chores tanto… Esconde o soluçar dessa ansiedade, Sepulta os ais pungentes da saudade Nas estrelas doridas do teu pranto. Não saiba o mundo que há, em um recanto Das tuas fibras – tétrica verdade -, Uma chaga profunda que te invade, Misteriosa, intangível por enquanto… Oculta-a, sim; mas vê de que maneira …

Ser Noiva

Autoria: Fátima Cléo Publicado na Folha Nova, nº 943, em 15 de Abril de 1934 À Leticia Squillace A ti, querida, envio os meus versos, fragmentos de alma que não pode ser ditosa… Tu os lerás, Visão Celeste, recostada a tua fronte aos dois corações amantíssimos que te querem tanto… Não será rude o teu …