Manifesto Republicano de 1888

Autoria de João do Rio Verde. Publicado na Folha Nova, nº 2642, em 23 de março de 1969. Em visita, há dias, ao Instituto Histórico de Minas Gerais, deparou-se-nos em uma velha revista, cujas páginas já se encontram esverdeadas pela pátina do tempo, a descrição do entusiasmo cívico com que a população do antigo arraial… Continuar lendo Manifesto Republicano de 1888

Flora do Lourenço

Autoria: João do Rio Verde. Publicado na Folha Nova, nº 2.558, em 20 de Maio de 1967. Morreu a Flora do Lourenço! Aquela velhinha de cor possuía uma alma de alvura cristalina. Quanta bondade e quanta doçura emanavam daquele coração, que parou de pulsar após um século de existência sempre alentada por atos de virtude… Continuar lendo Flora do Lourenço

Candida Braga Monteiro

Autoria: João do Rio Verde. Publicado na Folha Nova, nº 1.400, em 31 de Outubro de 1943. Mães mineiras, santas e herócias mães mineiras, vós escrevestes nos anais do pequenino arraial do Carmo do Rio Verde epopéias emocionantes de amor maternal. Vós sois as sólidas construtoras desse suave relicário de recordações do passado imaculado da… Continuar lendo Candida Braga Monteiro

Antonio Alves Pereira

Autoria: João do Rio Verde. Publicado na Folha Nova, nº 1.398, em 17 de Outubro de 1943. Recordamos, há tempos, nesta seção, aquela formosa lenda dum inspirado vate polones que, em linguagem magnífica, imaginou uma floresta maravilhosa de sua terra natal, onde as aves ali nascidas, conhecendo que se aproximava a hora da morte, procuravam… Continuar lendo Antonio Alves Pereira

Carlos Gomes Nogueira

Autoria: João do Rio Verde. Publicado na Folha Nova, nº 1.396, em 3 de Outubro de 1943. Não podemos deixar de prosseguir com estas crônicas, crônicas evocativas de saudosos tempos distantes e vividos outrora no nosso tranquilo arraial, quando se nos deparam conceitos como o que agora vamos reproduzir: “O Carmo tem a rara felicidade,… Continuar lendo Carlos Gomes Nogueira