Rivaldo contando os fatos

Exemplo de honradez no serviço público

Em reunião da Câmara Municipal de Carmo de Minas, segunda-feira p.p., o vereador Luciano Candido Pereira Neto comentou sua preocupação quanto à campanha de vacinação contra a brucelose. Na ocasião, o vereador assim se expressou:

Rivaldo, extensionista da EMATER
Rivaldo, extensionista da EMATER

“O Rivaldo da EMATER, que foi homenageado o ano passado por essa mesma Casa, recebendo o título de Cidadão Honorário, presta serviços aqui em Carmo de Minas há, aproximadamente, 30 anos, fazendo a vacinação contra a brucelose. E o Rivaldo estará aposentando nesta sexta-feira, sendo que a partir da próxima segunda-feira não mais estará prestando esse serviço. E nós não poderemos deixar o nosso município, que tem uma economia que gira em torno da agropecuária, descoberta nessa parte da vacinação do gado contra a brucelose. Então eu peço a intervenção do nosso poder executivo para que tome providência para contratação de um técnico agrícola, de um zootecnista ou um veterinário, para fazer esse serviço que o Rivaldo, há longo tempo, vem dedicando aos pequenos produtores de nosso município.
E eu gostaria, em nome de todos os pequenos e médios produtores rurais, agradecer aos grandes serviços que o Rivaldo prestou para o nosso município”.

No dia seguinte dirigi-me ao escritório da EMATER, onde encontrei o Rivaldo em companhia de nosso amigo Walter Ribeiro Junqueira, o Waltinho da Fazenda das Tres Barras. Sendo informado do teor dos comentários na reunião da Câmara Municipal, Waltinho fez questão de também ouvir do Rivaldo um resumo sobre os trabalhos de vacinação em Carmo de Minas. Neste instante comecei a gravar o pronunciamento. E que belo pronunciamento. Singelo em sua forma, mas que demonstra toda a fibra dos servidores da EMATER, e mostra porque essa empresa conquistou a confiança de todos nós.

Quisera ter os conhecimentos de oratória de nossos ilustres antepassados, como o Cel. Guedes Fernandes ou o Dr. Oscar Junqueira Lopes, para saudar condignamente a honradez e o altruísmo deste cidadão chamado Rivaldo Jose dos Santos Ribeiro, zootecnista da EMATER. Faço a homenagem em suas próprias palavras:

“Na época do IESA em Baependi nos convidaram para participarmos da campanha de vacinação do gado contra a brucelose. Eu e o meu colega de EMATER, Luciano Neves, começamos a vacinar o gado em Soledade. Aí veio a época do governo do Newton Cardoso e o IESA parou com isso, acabou. Mas os produtores continuaram a nos cobrar o serviço de vacinação. E eu assumi essa causa lá. E fiz isso de 1986 a 2006. Vacinava uma média de 600 a 700 cabeças, lá em Soledade.
Depois, aqui em Carmo de Minas, juntamente com o Dr. Marcos Noronha, do IMA de Itanhandu, começamos a fazer a vacinação do gado no bairro do Capinzal e no bairro dos Campos. Meu companheiro Luciano levou essa idéia para o Jose Carlos, que era prefeito de Dom Viçoso. Ele abraçou essa causa e eu faço a vacinação no município de Dom Viçoso até hoje. Em Dom Viçoso é tudo gratuito, sem ônus algum para o produtor. Presto contas depois, num relatório que envio para a prefeitura.
Então, o que eu quero dizer é que a importância disso tudo é a continuidade. Fazer um ano só não quer dizer nada. Com isso aqui (Rivaldo bate com a mão numa alta pilha de certificados de vacinação de Carmo de Minas e Dom Viçoso) eu tenho certeza que ajudei a muita gente. Fiz uma coisa além da obrigação de meu cargo. É dispendioso para o pequeno produtor chamar um veterinário para vacinar duas bezerras. Na hora em que faço a vacinação em um bairro rural eu aproveito para fazer a vacinação para todo mundo. Todos aproveitam e há uma otimização das doses de vacina.
Sempre tive isso em mente. Nunca cobrei nada de ninguém, nem posso cobrar. O carro e as vacinas são de graça, ofertados pelas prefeituras. Temos de doar uma parcela de nosso tempo para a comunidade. Estamos aqui na EMATER, que é um órgão público, e se todos nós fizermos um pouquinho assim, a coisa vai bem, não é?
Então é mais ou menos assim. E depois de 36 anos, já no final de carreira, alguns reconhecem nossos esforços e tecem uns elogios, o que nos deixa envaidecidos.
Eu agradeço as palavras do vereador Luciano e agradeço a atenção de voces terem vindo aqui para me escutar.”

Nós é que agradecemos, Rivaldo, pelos seus 36 anos de dedicação à nossa comunidade de produtores rurais, pelo seu exemplo de cidadania. A Folha Nova aplaude de pé sua atuação na EMATER de Carmo de Minas. Desejamos-lhe uma aposentadoria ativa e feliz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.