Jeronimo Guedes Fernandes

Jerônimo Guedes Fernandes

Autoria: João do Rio Verde.
Publicado na Folha Nova nº 1.344,
em 27 de Setembro de 1942.

Desperta, saudoso Carmo do Rio Verde, tu que vives nas brumas enevoadas de um passado distante, iluminado pelos tristes clarões de uma infinita saudade. Acorda, querida Silvestre Ferraz, cidadezinha poética pousada docemente à orla de uma encantadora colina.
Vós, carmelitanos e silvestrenses, irmanai vossos corações e uní as vossas almas; almas e corações que vêm desde os tempos saudosos do arraial; coraçãoes e almas que pulsam na risonha cidade cromo.

Guedes Fernandes e Olga
Guedes Fernandes e Olga
Nesta dourada manhã de primavera – 27 de Setembro de 1942 – tecei uma coroa de rosas e de lírios e cingí a fronte nobre e culta do grande benfeitor de várias gerações deste nosso abençoado torrão natalício. Prestai a homenagem do vosso respeito, da vossa estima e, sobretudo, da vossa sincera gratidão ao gigante do pensamento, verdadeiro apóstolo da sublime cruzada da instrução: Coronel Jerônimo Guedes Fernandes.
Não pretendemos nestas ligeiras páginas remontar a gloriosos tempos idos, nem reviver a luminosa jornada trilhada por esse intrépido mestre, vitorioso lutador na arena fecunda e nobre do magistério.
Já numa das crônicas, a 4 de Maio de 1941, recordamos com as cores vivas da mais vibrante admiração os esplêndidos e inolvidáveis serviços prestados pelo espírito incomparável do glorioso educador, à nossa terrinha natal, a Minas e ao Brasil.
Hoje que Guedes Fernandes atinge o píncaro azul na cordilheira da sua proveitosa existência terrena, festejamos essa efeméride como sendo a de um dia de glórias para a terra bendita em que nascemos.
Ele hoje ascende, triunfalmente, entre bençãos e aplausos, ao cimo almejado do Monte Mória de seus sonhos, de onde, transfigurado, contempla toda a sua trajetória magnífica, percorrida sem desfalecimentos, no mundo das ciências e das letras, desde os dias auspiciosos da juventude.
Saudemos, pois, nesta magna data, o nome laureado de Jerônimo Guedes Fernandes.
Não nos esqueçamos, porém, de estender o nosso fervoroso tributo de admiração e de profundo reconhecimento à sua valorosa esposa, Dª Olga, santa e dedicada companheira das horas de triunfos, bem como dos dias tristes de lágrimas e de saudades.
Recordemos ainda nesta homenagem ao inquebrantável soldado do ensino, aquelas palavras há perto de tres decênios pronunciadas pelo ilustre e saudoso Dr. Sergio de Carvalho, num banquete na pitoresca Chácara da Conceição:
“- Sr. Guedes Fernandes, quando vejo um homem como vós, feliz e bem orientado na vida, eu percebo que, no santuário do lar, há um coração carinhoso de mulher guiando-lhe os passos, compartilhando de suas alegrias e confortando o companheiro nas horas tormentosas de adversidades.”
Jerônimo Guedes Fernandes, ainda hoje como outrora, caminha impávido na mesma benéfica diretriz, sempre em demanda de altos e belos ideais, como abnegado sacerdote na maravilhosa campanha do livro, para a felicidade da nossa terra adorada e para a suprema glória de Deus no céu.

João do Rio Verde
Setembro de 1942

3 comentários em “Jerônimo Guedes Fernandes”

  1. frança fernandes

    Sou neta direta do Coronel Jerônimo Guedes Fernandes e Olga Fernandes. Sou filha de Jorge Fernandes, um de seus filhos, e de Cármen Hallais França Fernandes. Gostaria que fosse publicado sobre o Patronato Delfim Moreira e sobre a Faculdade de Farmácia fundada por meu avô Coronel Jerônimo Guedes Fernandes. Boa tarde.

    1. Tammy Costa Ferraz

      Também sou neta dele: sou neta de D. Maria Fernandes, a pianista, irmã de tio Jorge. Aguardo contato, prima.

  2. Meu pai, “Antonio da Conceição”, foi aluno deste nobre homem. E sempre falava com tamanha admiração. Deixo registrado meu carinho a quem educou e fez do menino que nada tinha, um grande homem, que aprendeu e sempre foi grato. Em memória de meu pai deixo registrado nosso eterno respeito e carinho a toda família Guedes Fernandes.

Deixe uma resposta para Regina Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.