Reflexões sobre sucos e tortas

Sabe aquela espuma que fica em cima do suco de laranja? Lembrei de você vendo isso.
Você diria que é impressionante e legal, mas, no fundo, ficaria curioso para saber se usei açúcar ou adoçante.
Sempre foi assim… Sempre foi muito mais do que parecia e, no final, era muito mais superficial do que profundo. Agora, pensando um pouco nisso, lembrei-me do final de semana em que você estava viajando. Quando voltou estava morrendo de saudades. Faltamos à faculdade para ver um filme e ficarmos um pouco juntos. São lembranças doces para mim.
Mas agora, do nada, por quê eu me lembrei de tudo isso? Quisera ter uma teoria científica ou filosófica que me esclarecesse o motivo de ter lembrado de você pelo suco de laranja. Talvez fosse por aquela primeira vez em que você foi almoçar lá em casa, e derrubou toda a jarra de suco de laranja em cima da minha mãe. Foi desconcertante, mas você contornou a situação muito bem. E então, todas as suas visitas seguintes foram brindadas com o mesmo suco. Teve, também, um dia naquela cafeteria que o garçon trouxe um suco de laranja para você. Só tinha um problema: seu pedido tinha sido um milk-shake de chocolate. Você não quis reclamar, estava em um daqueles dias de não falar muito. Então, contrariado, bebeu o suco e ficou de mau humor até à noite, quando eu te comprei um milk-shake. Seu sorriso foi o melhor presente que eu poderia ter recebido.
Lembrar-mne de você assim, pelo suco de laranja… Talvez tudo tenha sido um pretexto, uma tentativa de justificar meus sentimentos. A verdade é que não consigo me esquecer de você. Mas fazer o quê, se não estamos mais juntos? Como disse Clarice Falcão: “Quando eu te vi fechar a porta, eu pensei em me atirar pela janela do oitavo andar. Em vez disso eu dei meia volta e comi uma torta inteira de amora no jantar”.
A culpa deve ser toda minha, que não me contentei com um relacionamento superficial. Quem sabe a profundidade esteja por ali mesmo, numa grossa fatia de torta de amora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.