No final é sempre eu que estou lá

Me esperando

É sempre eu que seguro minha mão

e digo-me para me acalmar

É sempre eu que vejo minhas lágrimas

e espero elas secarem entre meus suspiros pesados

É sempre eu que digo e escuto

o que deve ser dito e escutado

No final estou lá

mesmo depois de ter-me desapontado

Estou lá pedindo desculpas

e esperando o tempo

pra eu aprender a me perdoar

Eu me cubro e me afasto

me protejo e me aconselho

Faço tudo errado

Mas no final eu estarei lá

me esperando

Tenho paciência

me procuro quando me perco

e sempre volto depois que me deixo

porque sem eu a vida não vale a pena

mesmo que eu não me suporte

É pra mim que eu sorrio

e é pra dentro de mim que eu olho

nem sempre me vejo, mas me esforço

Porque no final eu quero sempre estar lá

me esperando, me dando a mão

me dando o ombro e me carregando no colo

Às vezes a gente cai

Mas sempre me levantarei

Sempre dividindo o peso do coração

Sempre suportando tudo por mim

Porque no final eu quero estar lá

Por mim, só e mais nada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.