Um Benemérito

Autoria: João do Rio Verde
Publicado na Folha Nova, nº 1.275,
em 4 de Maio de 1941

O Coronel Jeronimo Guedes Fernandes, diretor do Patronato Agrícola Delfim Moreira, é, sem favor algum, um benemérito de nossa terra.
Ser-me-á impossível, nestas singelas linhas, reviver a sua fecunda e gloriosa trajetória como educador durante vários decênios.
Esse notável professor chegou ao nosso querido Carmo em fins do século passado, fundando um pequeno colégio para meninas, o qual funcionava no Largo da Matriz, em um prédio há anos demolido e, em cujo local, se ergue hoje um belo e artístico palacete.
O Tonico Coli dava aulas de aritmética e o padre Antonio de catecismo, sendo o ensino das demais matérias ministrado pelo próprio Coronel Fernandes e por Dª Olga, sua digna e prendada esposa.
Mais tarde ele organizou a Escola Normal Nossa Senhora da Conceição e, posteriormente, o Ginásio São José, estabelecimentos de ensino que, dada a preclara orientação do culto diretor e ao esplêndido corpo docente por ele contratado, tornaram-se conhecidos em todo o país e indicados como casas modelares para a instrução secundária.
Milhares de jovens, vindos desde as maiores e populosas cidades do Brasil e até de longinquas zonas sertanejas, cursaram as aulas do mui afamado Ginásio São José e, ainda hoje, muitos antigos discípulos evocam saudosos esse passado remoto e feliz.
Centenas de distintas damas brasileiras, com os seus corações imersos na mais pungente saudade, narram às filhas e às netinhas, a história, quase lendária, da época ditosa e distante em que foram alunas da tradicional Escola Nossa Senhora da Conceição.
Jamais me esquecerei do esplendor com que o Coronel Fernandes festejava o encerramento do ano letivo.
Durante os dias de exames as ruas e praças do Carmo eram ornamentadas com grandes arcos de bambus, entrelaçados de imensas palmas de coqueiro e folhas de bananeira, e ligados por intermináveis correntes de bandeirolas multicores; bandas de musicas (duas locais e outras de cidades vizinhas) percorriam as nossas ruas executando marchas e dobrados ruidosos; o João Bento, hábil pirotécnico carmelitano, durante o dia enchia os ares de formidáveis bombas e, à noite, iluminava o céu com belo fogo de artifício, como que desafiando a lua e as estrelas; a Estrada de Ferro Sapucaí, para melhor transportar centenas de forasteiros, puxava mais dois ou tres carros extras de primeira classe, os quais permaneciam no desvio da estação de Silvestre Ferraz, até o dia do encerramento das magníficas solenidades escolares; opíparos e fartos banquetes seguidos por lautas mesas de saborosos doces e finíssimas bebidas, eram renovados constantemente, permanecendo à disposição dos visitantes e da população local; o Feliciano e o Zeca Manoel, arvorados em garçons, cumprindo as ordens recebidas do Cel. Fernandes e de Dª Olga, multiplicavam-se em amabilidades.
Bons tempos que não voltam mais.
Quantas personalidades ilustres e de gente de projeção na política nacional visitaram, então, a nossa terra.
o Coronel Fernandes, orador fluente e de recursos extraordinários, deslumbrava os hóspedes, com sua maravilhosa palavra, em memoráveis improvisos.
Alguém, por uma dessas ocasiões, denominou a nossa terra de Atenas mineira.
Quantos moços, filhos do Carmo, não possuindo largos recursos econômicos, viveriam esquecidos na penumbra, se não se lhes deparasse essa oportunidade de, cursando as aulas do Ginásio São José, destacarem-se hoje na magistratura, na medicina, na advocacia, no clero e em muitos outros ramos da atividade humana.
E, na verdade, muitos deles agradecem menos ao Ginásio do que ao incomparável espírito filantrópico do seu ilustrado diretor.
O Coronel Fernandes, ao rememorar essa época saudosíssima que já se perde na nebulosa noite do tempos, por certo se lhe aflorará aos lábios um doce e íntimo sorriso de satisfação, pois a sua existência tem sido útil e gloriosa.

João do Rio Verde
Maio de 1941

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.